O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

23.4.03  

Eu tenho uma gata. Não, seria melhor dizer que tem uma gata que mora comigo – porque, com certeza, ela não acha que me pertence, antes o contrário. Ela é muito vira-latas. Ela é branca, tem as pontas das patas irregularmente rajadas em cinza, umas pintinhas pelas pernas, as orelhas cor-de-rosa. E é bem magrinha – não, não me olhe desse jeito; a culpa não é minha, eu a alimento direito. Nem dela, que come tudo. Ela é assim. Muita gente já me disse que ela é horrorosa, mas todo mundo concorda que ela é um doce, embora um tanto metida. Ela não gosta da rua porque, quando era pequena, ela foi dar um passeio, ganhou um chute e voltou com a bacia quebrada – ao meio! Dorme de barriga pra cima e ainda gosta de ração pra filhotes. Hoje, eu cheguei em casa e ela tava babando uma gosma branca e tendo convulsões. Depois levantava, dava com a cabeça na parede e caía no chão toda retorcida, mal-respirando líquido com um barulho bizarro. Um bicho de um quiilo e meio.

Porra, agora alguém me diga: por que diados uma pessoa perde seu tempo dando chumbinho pra uma criatura dessas? Por que um cidadão, numa bela manhã carioca, resolve que o bom é chutar um troço tão pequeno? Por que o motorista de taxi, de madrugada, levando um cara com um animal agonizando nos braços ao veterinário 24 horas – que fica só a 900 metros de distãncia – , por que esse filhodaputa erra o caminho de próposito pra descolar mais algum? Hein?



Que merda!



Esse é provavelmente o troço mais babaca que eu já postei. Eu sei. Nem era o que eu tinha programado, desculpem. Mas, porra!, eu não entendo: por que?



posted by franciscoslade 1:59 AM