O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

30.5.03  

ME DIGAM:



Outro dia eu tava pensando que talvez devesse, ou melhor, que talvez quisesse mostrar meu blog pro meu pai. Fiquei achando que, já que ele mora lá em São Paulo, talvez essa fosse uma forma d'a gente manter contato, quase uma conversa. Minha mãe, que vive reclamando que eu não ligo... Depois cheguei à conclusão de que, com o tempo, provavelmente viria a me arrepender; se já tem gente que me arrependo de ter trazido aqui... Se meus pais, professores, colegas de trabalho e mesmo alguns amigos meus visitassem esse blog regularmente, isso certamente restringiria minha liberdade mais do que estou disposto a admitir – ou então eu teria que estar disposto a levar certas coisas pra fora da rede, assuntos nos quais eu não quero mexer. No trabalho... Principalmente com meus pais; eles enxergariam uma faceta minha muito diferente da que eles conservam com eles. Talvez até fosse bom pra mim mexer nessas coisas, mas penso que seria bom escolher o momento pra isso.



Eu queria saber: quantos de vocês que têm blogs recebem visitas de seus pais ou colegas de trabalho? Ou isso é um problema só meu? Sei lá, coisa de criança...


posted by franciscoslade 1:42 AM