O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

6.6.03  

PENSAMENTOS RIDÍCULOS



Tem aquele tipo de analogia estúpida que te acomete quando você tá andando pela rua e vê alguma coisa, alguma situação que imediatamente você associa a outra coisa – geralmente aleatória e sem nada a ver. Aí, depois, sempre que você lembra de uma delas, vem a outra no vácuo. Pois é, hoje eu tava andando de metrô com um amigo meu. Estávamos indo pra avant-première do longa que eu tô editando e saltamos na estação Estácio; nisso, passa uma multidão correndo e meu amigo, sem mais nem menos, começa a correr junto. Mas peraí, ô fulano, cê tá indo aonde? E o cara: Sei lá, tava todo mundo correndo... As pessoas corriam pra fazer a baldeação pra linha 2 e nós não precisávamos fazê-la – ou melhor, até precisávamos, mas àquela altura eu não ainda não sabia disso. Daí me veio à cabeça a convicção de que aquilo lá era a síntese do brasileiro típico: se passa um monte de gente correndo, ele logo vai junto; ou os que correm aranjaram um jeito de se dar bem, ou fogem de alguma coisa. Fiquei achando que até que o troço ilustrava bem o estado das coisas no Brasil. O povo daqui tem uma inclinação cultural e sedimentada pela lei do menor esforço, pelo "se dar bem" e, ao mesmo tempo, temos milhares de motivos pra ter medo – será um golpe militar? Um arrastão? A polícia? Um tiroteio? Olha a bala perdida! Bom, não sei se deu pra entender o que eu falei e não sei muito como concluir esse post, mas não tem problema porque esse monte de abobrinha não precisa de conclusão.


posted by franciscoslade 1:02 AM