O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

8.7.03  

D’ÁGUA



blu-blu-blu. Três vezes por semana, vou eu, chinelo de dedo, nadar na academia ordinária aqui pertinho de casa. Em dezembro eu nem sabia nadar, mas uma lombalgia – que eu ganhei como brinde trabalhando de favor numa peça teatral – me disse pela boca de um doutor qualquer que talvez fosse uma boa idéia aprender. Ou isso ou doer todo de uma vez. Arrombei mais um pouco o meu já violentado orçamento e me inscrevi na natacão. blu-blu-blu. Começa a aula e o professor, que se chama Antenor mas tem cara de Vanderlei – ou talvez seja o contrário –, diz o que o pessoal tem que fazer. blu–blu-blu, e lá vamos nós. Na quarta ou quinta volta eu começo a ficar pra trás. É engraçado, eu nem nado devagar, mas eu sempre tenho que tomar mais fôlego que os outros. Aí, vem a idiota-porém-inevitável comparação: é que nem a vida. blu-blu-blu, tô de novo atrás. Já tentei ir mais lentamente, controlar o ritmo pra não cansar tanto. Nada. blu-blu-blu. Fico ainda mais pra trás. Me impressiona como as pessoas só vão, que nem umas maquininhas, sem parar. Me ocorreu que eu não paro pra tomar folêgo, mas pra pensar. Ou ainda: talvez seja exatamente a mesma coisa. De manhã caio n’água, nado pela faculdade, pelo trabalho, pelos sorisos das pessoas e sua conversas que passam como bolhas, e, quando chego do outro lado da piscina, em casa, sempre demoro um pouco mais que os outros, respirando pesadamente, antes de ter condições de mergulhar de novo no dia seguinte. E os dias conseguem ser mais sujos que a piscina lá da academia.



.

.

.

.



AH, OBRIGADO SINCERAMENTE…

…aos que me ajudaram com a campanha do livro, mas acabou. Hoje a Editora Planeta me mandou o seguite e-mail:



Francisco, está sim sendo visto com um incomodo.

Por favor retire o link do seu blog.

Este e-mail é para o recebimento de dúvidas e questionamentos sobre a

editora.

O trabalho das pessoas que recebem este e-mail está sendo prejudicado por

conta dos e-mails do seu abaixo-assinado.



Obrigada.

Editora Planeta





É, como eu disse ao Marcelo, tem gente que tem talento pra esse tipo de marketing, tem gente que não.





posted by franciscoslade 12:15 AM