O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

12.11.03  

EU, O MAIOR RETARDADO DO MUNDO



Eu não vejo TV. Não vejo mesmo, faz uns 3 anos. Sou contra, foda-se. Não sei quais as novelas, quais os participantes do Bigbrother. Pra vocês terem uma idéia, nunca vi "Os Normais". Nunca. Não sei do que se trata. Hoje, atacado do pior dos males, a coriza – e não uma corizazinha qualquer; pior do seu tivesse cheirado 20 gramas sozinho, eu, que nem gosto de cheirar –, não podia me mexer sem que me vazasse o Oceâno pelo nariz. Ler, só de cabeça pra baixo. Fui almoçar e resolvi ligar a TV. Fiquei meio preocupado, pois só tô nessa casa há 3 meses e já é a segunda vez que assisto TV – outro dia, foi um pedaço de Karatê Kid. Enfim, começa o Chaves. Putz, eu sou retardado, eu sei, mas chaves é ducaralho! No final do episódio – aquele das goteiras, todo mundo viu – o Chaves sai do barril e tira um balde d'água de lá. Chiquinha: Chaves, não vá me dizer que tem uma goteira aí no seu barril... Ele: Não: são lágrimas. Fecha na cara da Chiquinha, penalizada.

Muito bom, né?



Tá, pode jogar pedra agora.


posted by franciscoslade 1:46 AM