O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

13.2.04  

RELÓGIO



Plic, plic

vai se encharcando

tecido, corrente e alma

e o que vai além-dentro

que mais absorve

Desmancha?



Plic, plic

goteja-me a cabeça

a dor dos meus pais

escorre do cabelo empapado

a estrada de lama

de mim



Plic, plic

devagar, chinesa

em concírculos ondula

foge, sempre pra mim:

molha, transborda

acumula



Plic, plic

apaga os contornos

método, paciência e olho

eu o retrato o caminho

virtude e escolho

em mim



Plic, plic

Infiltra,

o dia, no dia

inocula

tempo, fermenta

o que passa

e que não precisava

de ajuda.





posted by franciscoslade 11:29 PM