O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

17.3.04  

NÃO. NÃO!



Já apanhei de tudo quanto é jeito.

De pedaço de pau, ferro.

Mão aberta de mulher,

mão fechada de homem.

Chute, nariz estourado, caco de vidro.

Sangue na boca.

Orgulho vomitado

Cicatriz na vontade.



Os olhos se acostumaram com pouca luz.

o corpo com a intangibilidade

o tato com ausência

desejo com a falta

e a memória sem espelho.

Grito sem eco

nem resposta.



Será pior pro homem existir?

Ou assombrar.

Eu só. E só a mim mesmo.

Meu próprio passado.



Mas por favor, esquece.

Melhor, deixe-se não lembrar, não ver.

As coisas seguirem seu caminho

e, ao caminho, o que lhe é de direito.

Mas não, não olhe pra trás.

Até porque

você não vai mesmo me achar.

Eu tampouco acharia.

Nada pra ver, aqui.



Mas por favor – por favor –, não enxergue

poesia

onde só texto.

Eu tampouco.



O esforço nao faria sentido. Certas coisas são só o que são. Ou que não são. Pra que tentar dar corpo, reflexo, ao que por naturaza e propriedade – direito, falta de de? – é pó? Que já nasce lembrança do próprio corpo, matéria de nenhum querer, gosto dormido, déjà vu. Não, matéria nenhuma. Saudade de si. Isso não é matéria. O comichão no membro perdido – alguém me disse um dia; pedaço impreciso de infância, medida imprecisa de ser. Nada que que ressoe. Onde quer que seja.

Que quantidade pequena de vida. Ou de beleza. (Tão pouco, que nem ao menos se pode tresmalhar.)

E nem a mão que bate se lembra.

A que tira.



Porque não se pode subtrair o que não há.



Nada.



posted by franciscoslade 10:29 PM