O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

26.5.04  

WHAT'S UP, DOC?



ARRRR a boca constantemente seca a garganta aperta vez por outra um torrão de saliva os olhos reviram fazem o que querem as pernas pulam na cadeira não querem estar sentadas enjôo leve mas contínuo imposivel ficar parado fome nem pensar dormir é apenas uma insitência burra como aliás todo o resto de mim e o momento que era estranho agora é insidioso eu tô confuso como há muito não a vida aperta tanto quanto a minha garganta me aperta os dias e me esfria o sangue nos pulsos e nas mãos até as palavras tenho enrolado a língua também ontem gaguejei não fico triste mas só porque é impossível pensar e justo agora se bem que se eu tivesse normal alguma vez o fui se eu tivesse normal também não sei se faria diferença sendo sóbrio talvez fosse pior AAAARRRRRR pegaram meu coração e cravaram numa daquelas camas de faquir e eu queria morrer e nascer outro de coração leve não quero ser exemplo não quero ser tema não quero ser referência so quero pagar o que eu devo ao homem que só diz uma frase e fechar a conta AAAARRR a boca constantemente seca a garganta aperta de vez em quando tonto as mãos pulam no teclado sem dizer nada e como recompensa quando não gaguejo a voz me parece mais firme e um pouco mais grave AAAAAARRRR arranha essa merda quando eu cuspo sai sangue não é impressionante que seja só ar passando que faça isso hein talvez o bom da vida fosse poder morrer várias vezes outro dia eu li assim "a cada dia quebro meu próprio recorde de dias sem morrer" mas não sei se isso é algo de que se orgulhar na medida em que só ficamos mais imundos enquanto nos arrastamos nisso que vocês chamam vida pigarro mas parece que só é assim nos primeiros dias depois a gente se acostuma AAAAARRRR engraçado é a primeira droga que alguém me receita que se parece tanto com aquelas outras as que eu gosto ou os tarjas-preta que eu mesmo me receitava por diversão sempre com álcool e o que mais me aparecesse

não fico triste mas só porque é impossível pensar.


posted by franciscoslade 6:16 PM