O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

4.6.04  

FLUXO



O movimento dela a cabeça e eu aqui pensando quando tudo que eu não tinha que fazer agora era pensar se a gente pensa muito o tempo passa mais devagar pra frente e pra trás pra frente e pra trás lá vai [...] Por três segundos consegui não pensar mas agora lá vai a população de Cuba tá de Mônaco pelo menos isso tudo espalhado pela pele muito branca dela um pouco no cabelo outro na blusa eu gosto quando ela faz vestida nua também sei lá lá vou eu pensando um monte de coisa e tudo acontece devagar lá fora tudo a quantidade de coisa que dá pra pensar em um segundo putz assustador se somasse todos digo só os que eu deixei nela na cara dela deve dar a China ah certamente quer dizer faltando os óvulos é claro um monte de filhodaputa que fica pelo caminho melhor assim e ela passa pelos lábios bochecha tudo e continua o cabelo sujo a blusa gosto de pensar coisas assim O Homem etc facilidade pra criar meus próprios aforismos como é tudo besteira devia dizer Eu etc pois é eu sou só fluxo mesmo mas me parece que o Homem é isso aí só fluxo Porra pensamento e tempo as três dimensões de um sujeito de mim sangue no caso de uma mulher mas porra e sangue são a mesma coisa tanto faz é assim que um Homem se desenha no espaço assim que ele se delimita no tênue universo XY cartesiano a que outro ajuizado acrescentou um Z cada um um fenomêno ocorrido em largura altura profundidade feito de fluxo pensamento porra tempo é assim que cada um se determina no mundo o quê quanto dura pra quê três respostas que têm um tamanho no mundo que estão associadas de alguma forma em algum lugar chamado XYZ ela me olhando satisfeita mais do que eu que em tese deveria ter esse sorriso aí mas fico pensando esse monte de estupidez ela ainda continua me lambendo beijo ela é bom que assim eu não preciso sorrir meu sorriso nunca seria igual ao dela e eu poderia parecer mal agradecido o que não é verdade não gosto de pensar nessas coisas cada novo aforismo babaca me faz lembrar que me tempo já passou que eu não me lembro de muita coisa e que eu nunca faço o que tenho que fazer quem controla minha língua se eu tô com a cabeça em outro canto [paro de beijar um pouco, olho pra ela] [com a mão tiro um pouco da população da China do canto da sua boca] como diabo um pensamento leva a outro tão rápido tantos ao mesmo tempo nunca vou entender nem porque penso quando tudo que eu tenho que fazer é não pensar mas é tudo fluxo tudo ou pelo menos eu fluxo

- Vai se limpar pra gente sair, vai.



[ela se levanta e vai pro banheiro]





posted by franciscoslade 9:34 PM