O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

17.8.05  

MOÇA,

que te digo?

Entra, se quiser.

O risco, se houver mesmo, esse eu queria poder explicar.
Não te faltarão presentes, em mim.
Não é isso;
mas é que eu acho que eles são sem importância.
E você me contou que pra mim eles são sem importância também, que por isso os dou e que
se eu vir importância n
o pouco que sei dar
isso só faz de mim pior.

Disse. Mas isso foi você.
Eu, de novo, admito que não sei explicar.
Pensei em gravar suas palavras
numa placa
– logo embaixo de AVISO:
e pendurá-las
do lado da porta.

Pra você ler se resolver entrar.

Mas, se vier, não tenha pudores.
Aqui dentro, não peço
(nem sei se admito)
cuidado, educação.

Anda por onde quiser,
não bate nas portas,
cospe no chão.
Destrói.
Vandaliza.
Conspurca.

Só não deixa as coisas intocadas,
por favor.

Há já tanta gente que se tranca no
templo de seus próprios corpos e convicções,
tanta gente que vê como sagrado aquilo
que não se pode construir sem macular.

Mas não,
eu não sou um templo.

Perde os limites,
as estribeiras,
fica à vontade.
Corre, fala alto, deixa aqui suas coisas.
Se quiser, recusa meus presentes.
Se não forem dignos,
se você não puder aceitar.

Se sair e precisar, quem sabe?, até pode voltar.
– Não sei se consigo barrar a entrada de quem já morou por aqui,
de quem um dia deixei ficar.

Me ajuda a esgarçar meus conceitos,
a alargar minha visão.
Quebrar.

Só não deixa as coisas intocadas.

Eu sei,
você não entende. Mas é

que eu gosto de me sujar.

Eu preciso.
as coisas intocadas.

Não deixa.
Nem me pede pra te expulsar.


posted by franciscoslade 5:26 PM