O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

29.11.05  

CHEGA DE FRASES QUEBRADAS

Tinha um cara muito magro e um tanto envelhecido no espelho. Diferente do que era alguns minutos antes. Quando foi que eu mudei assim?, que eu não vi. Chega de frases quebradas. Por ora. Ou pra sempre. Do jeito que foram até aqui. E já não são minhas.

Espero conseguir continuar escrevendo. Ou nem sei.

Isso era eu, agora não sei mais.

E desse lugar, o que faço? Ainda há sentido aqui?
Tantas promesas mal-feitas...
E o canto onde fui esquecê-las todas.

Nunca escrevi um poema.
E, no entanto, já lá vai o do meio do caminho. Se for esse, esse aí que me contaram.

Contam muito, aliás. E escutar cansa.

Tão cansado.


posted by franciscoslade 11:59 PM