O cara que escreve aqui se chama Francisco Slade. Um cara aí. Se quiser falar com ele, é só clicar no nome. E, sim, Slade é nome mesmo.









Livros publicados

Esse é meu primeiro romance, Domingo.




Também tô na antologia Paralelos:

0




Para ler também

A menina no deserto
Recheio de quê?
Malandro é o gato
Prosa Caotica
Wry
Pariscope Blues
Encefalopsia
Suum cuique
moca
Verborrágica
bináriogeral
ainda ela
Natureza complicada
mundoestranho
Paralelos


Arquivos




This page is powered by Blogger.

















Seu dinheiro de volta!

2.11.06  

BALCÃO

Mesmo que eu seja descuidada, que eu não tenha o direito de pedir isso,

mesmo que eu não mereça,

mesmo que eu seja uma puta
ou uma das tantas coisas muito mais perigosas que
uma mulher pode ser entre isso
e uma santa,

principalmente uma santa,

mesmo que eu seja equivocada e arrogante como elas,

toma conta dele.

Mesmo que eu vá embora,
que eu fuja,
que eu não consiga,
não agüente,
– desista,

mesmo que eu te dê nojo e
você tenha vontade de cuspir em mim

, cospe!,

mesmo que te custe,

mesmo que eu machuque ele,

mesmo que ele seja um idiota,
com aquela tristeza burra,
com aquela raiva debaixo das unhas,
com aquela inquietação,
o gosto de ferro,
e que faça tudo errado,

mesmo que eu faça tudo
errado,

mesmo que seja outra,

mesmo assim,

por favor,

toma conta dele.


posted by franciscoslade 2:14 AM